segunda-feira, 23 de maio de 2016

Sabes?


Sabes que sou tempestade aparente,
Que, sempre, haverá espaço para sorrisos,
gargalhadas perdidas na imensidão dos meus dias
Sou Eu, aquela alma, que poderás sentir, por vezes perdida,
por vezes ansiosa, mas de carne e osso,
com corpo, alma e coração genuínos,
que não te abandonará, mesmo quando já não acreditares...
Sabes, não é mesmo?

Esmy

2 comentários:

  1. Espero que saiba. Entregas destas, de corpo e alma, são para se honrar.

    ResponderEliminar